quinta-feira, 24 de abril de 2008

COMEÇOU A DECADÊNCIA DO GOOGLE?

Uma notícia ecoou semana passada no mercado web: Era de ouro do Google pode ter chegado ao fim, dizem analistas. O texto fala sobre a queda no número de cliques em anúncios de Links Patrocinados publicados nos resultados de busca da gigante norte-americana, ocorrida em janeiro nos EUA. A queda é bem pequena, de 0,3%, bem menor que os 9% de queda registrados nas buscas da Microsoft. No Yahoo!, pelo contrário, houve crescimento de 15%. Os números são da ComScore.

Pronto, isso bastou pra as ações do Google perderem valor na Nasdaq. Já são 32% de queda desde o início de 2008. Especialistas revêem suas previsões e o mercado como um todo prende a respiração: será que Google começa a trilhar o mesmo caminho que IBM, Microsoft e AOL já percorreram?

Eu acho que é cedo para pensar nisso. Mas o período de encantamento com o Google está começando a passar. Alguns já enxergam sinais de que o lema "Don't be evil" é puro marketing e, apesar da nobre missão de organizar todo o conteúdo da Internet, o que realmente interessa é o lucro. Aliás, que mal isso tem? Nenhum, mas não me inventem cortinas de fumaça para assumir isso.

Nas próximas semanas poderemos ter novas quedas nas ações do Google, afinal o mercado não gosta de ver os números profetizados no passado não se concretizarem no futuro, ainda que sejam bons. É aquela história de "deu muito lucro, mas não tanto quanto se esperava, por isso caiu".

Google não é mais novidade. A última foi o YouTube, que poderia realmente virar o mercado de entretenimento de cabeça para baixo, e eles correram para comprar, ou seja, garantem os louros do que vier por aí, como fizeram sempre. A excelente busca é 100% deles. O resto, compraram e aperfeiçoaram. Palmas para o Google. Mas eu quero saber quem é the next big thing.

Um comentário: